segunda-feira, 16 de julho de 2018

1+3 | Medo

Foi o tema mais fácil e mais difícil que a Carolina nos lançou. Porém foi espontâneo, saber qual era o meu maior medo: tenho medo do desconhecido - medo do futuro.
Tenho medo do que pode acontecer amanhã, de não ser capaz de fazer o que tenho de fazer, tenho medo de não conseguir cumprir com aquilo que idealizo para mim. Eu não consigo pensar idealizar o meu futuro daqui a 5 anos porque eu tenho medo do que pode acontecer em 5 anos. Tenho medo de perder as minhas pessoas, tenho medo de me perder a mim própria.
Sim, eu tenho um terrível medo de tudo o que pode acontecer amanhã. Sou muito agarrada ao meu passado, e quando falo de futuro dá-me um arrepio. Eu tenho mesmo muito medo do futuro.

[Texto inserido no desafio 1+3]

sexta-feira, 6 de julho de 2018

4/6 da licenciatura

Não acredito que para o ano sou FINALISTA!!!

E quando olho para trás e penso na quantidade vezes que me disseram "o primeiro ano vai ser o melhor ano da tua vida" eu começo a acreditar. Este ano foi péssimo em quase todos os sentidos. Foi muito mais trabalhoso, muito menos divertido e muito mais rigoroso. 
Não vos vou explicar cada uma das cadeiras, nem vos dizer se foi mais ou menos fácil. 

Só quero saber que só volto a pensar na universidade ao fim das minhas, merecidas, férias! Sim, só terei férias em Setembro mas não me impede de aproveitar as folgas da melhor maneira. 

Hoje é o último dia para saber as notas - e os professores continuam a adiar o seu lançamento. Por isso, hoje entro finalmente em modo off no que diz respeito à universidade. 

O segundo ano está feito, e eu estou muito satisfeita com o resultado final apesar de todas as batalhas que tive durante este ano.


f-é-r-i-a-s. 

sábado, 30 de junho de 2018


Trabalhar no shopping com horários rotativos significa não estar presente na maior parte dos convívios de família.