sexta-feira, 21 de julho de 2017

Porto | Jardins do Palácio de Cristal


Um dos sítios que eu queria muito ir da ultima vez que visitei o Porto foi o pavilhão rosa mota e os Jardins do Palácio de Cristal.  
Já tinha visitado o Pavilhão Rosa Mota este ano para ver um espectáculo mas nunca tinha tido oportunidade de visitar o jardim.








É muito apropriado para ir passear num domingo de manhã com a família, para namorar ao fim da tarde ou simplesmente para ir apanhar ar naqueles dias em que não temos grandes planos. 
Realizam-se também inúmeras atividades neste local, tanto a nível musical, cultural e social (o Pavilhão Rosa Mota encontra-se neste jardim). 
Na minha opinião, os jardins do Palácio de Cristal são um sítio obrigatório quando se visita o Porto. 




A entrada é gratuita, e abre às 8h. 

quarta-feira, 19 de julho de 2017

vamos conversar?

Como é que nós percebemos que é a altura de deixar ir ou é altura para mais uma oportunidade?
Quando é que decidimos que já não queremos mais isto na nossa vida e é hora de recomeçar? Como e em que momentos é que tomamos as decisões importantes? 
Um dia acordamos e percebemos que este blog não combina mais connosco, que a nossa roupa já não grita o nosso nome e que as musicas que ouvimos deixaram de ser interessantes? 
Ou percebemos numa noite enquanto observamos as estrelas que tudo ao nosso redor precisa de mudanças?

Em que momento da nossa vida é que percebemos que temos de deixar ir tudo o que nos é garantido para dar a reviravolta à nossa vida? 
Como é que percebemos que isto já não é mais para nós e que novos caminhos têm de ser traçados?

No outro dia, li no twitter do Mário uma frase que me deixou a pensar. Às vezes andamos tão apressados com tudo à nossa volta que nem nos apercebemos do que estamos a perder.
Será que é mesmo isto que queremos para a nossa vida ou estamos só a viver assim porque é o caminho mais fácil? 
Deixo-vos a frase e pensem um bocadinho nela.


s vezes os portos seguros são os mais quebráveis"




sexta-feira, 14 de julho de 2017

Ensino Superior

Para quem está a poucos dias de fazer as candidaturas ao ensino superior ficam aqui algumas dicas sobre a escolha do curso.


  • Analisa as tuas preferencias e gostos. Não escolhas um curso só porque os teus familiares querem que escolhas ou acham que é o melhor para ti. Escolhe alguma coisa que gostes e que te identificas.
  • Pensa no que gostavas de fazer quando acabares os estudos e tenta encontrar o curso certo para exerceres essa profissão. Pensa, mais uma vez, no que gostavas de fazer. Se estiveres a trabalhar naquilo que gostas serás um óptimo profissional.
  • Faz uma primeira selecção de alguns cursos e analisa-os. Analisar passa por ver em que universidades existem, a media para entrar no curso, o plano de estudos, etc. Não te candidates a nenhum curso só para encher vagas, candidata-te sempre a pensar que podes entrar.
  • Da primeira selecção de cursos, vai retirando os que não consideras boas hipóteses até teres uma lista razoável. Sabias que podes colocar seis cursos na candidatura?
  • Estudar na tua cidade ou sair da casa dos teus pais é uma coisa muito importante que também tens que decidir. Fala com os teus pais e vê qual a melhor solução. Analisa os gastos que irás ter nas duas situações. E se ficares a estudar na tua própria cidade não fiques a pensar que não vais ter vida académica (porque tens na mesma!!).
  • Conversa com profissionais que já tenham terminado o curso. Acredita que a opinião deles conta bastante. Eles vão te dizer se o curso é o que estás à espera ou se é muito distinto do que imaginas.
  • Na hora de decidir, fica descansado. Depois de teres pensado sobre o assunto deves estar tranquilo com aquilo que decidiste. E não é o fim do mundo se não gostares do curso onde entraste. Podes sempre mudar de curso. Nas seis opções que tens coloca cursos que façam sentido para ti, e preenche-as sempre. Não tomes como garantido que vais entrar na primeira, pois pode correr mal. Mais vale entrar e depois mudar de curso do que não entrar em nada. Tens sempre a segunda e a terceira fase! Não desesperes se não correr bem na primeira fase.

Existem sites disponíveis para fazeres a simulação da candidatura ao ensino superior, assim como as médias dos cursos que te pretendes candidatar do ano anterior. Se tiveres alguma dúvida ou precisares de ajuda, não hesites. Estou aqui para ajudar! E boa sorte, futuro caloiro/a! 








segunda-feira, 10 de julho de 2017

Ei, tu aí

                                                                                                        Ei, tu aí. 
Sim, estou a falar contigo que supostamente comandas tudo e tudo controlas, não sei o que andas a fazer à minha vida.

Parece que andas a tentar fazer com que eu duvide de todas as certezas que tenho.
Quando (finalmente) algo bom acontece, tu mandas-me um toquezinho para provar que não é assim tão simples e eu volto a tropeçar.
Juro que me estás a tirar do sério. Não sei onde é que queres chegar com todas as voltas que tens dado à minha vida.

Andas a tentar testar-me? Eu acho que ainda tenho os meus princípios (bem) definidos mas às vezes parece que não estão assim tão certos.

Eu sei que só dás aquilo que somos capazes de aguentar mas posso pedir-te para seres um bocadinho mais claro?
É que eu não estou mesmo a perceber que queres que faça.



sábado, 8 de julho de 2017

Ensino Superior

Eu sei que andamos todos numa maré de verão que a maior parte das pessoas estão de férias e só as querem aproveitar da melhor maneira mas se andas indeciso com o curso que vais escolher deixo-te aqui algumas sugestões. 

Direito -  Testemunho de Sara 
Economia - Testemunho da Cat
Educação Básica - Testemunho da Andreia 


Não escolhas um curso só porque alguém te disse que era o melhor para ti. Analisa toda a informação que tens sobre ele. Tira algum tempo das tuas férias para pensar no assunto. A decisão que tomares é muito importante para o teu futuro. 

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Já passou meio ano!!!

E passou metade do ano! Foi demasiado rápido e eu nem dei por ele passar.
Ficam aqui alguns dos momentos do meu ano, no entanto, o melhor acontece sem existir uma câmara para gravar o momento. E vale tanto a pena viver offline