sábado, 29 de abril de 2017

Encontro na escrita o meu refúgio

Encontro na escrita o meu refúgio, como se desabafasse sozinho, onde me posso abrir sem pensar no que os outros pensam ou não. Quando escrevo sinto-me em harmonia comigo próprio, esvazia-me a cabeça e abstraio-me de tudo, dos sentimentos, das ideias, em geral, da minha vida. Já pensaste? É um pouco relativo o conceito de bondade não achas? Uma pessoa pode fazer tudo para não magoar a outra, usa as chamadas “mentiras boas” para que possa esconder a verdade, que pensa ela ser mais destruidora, mas tal termo não existe...não há mentiras boas. Todas as mentiras mais tarde ou mais cedo são más. Podia dizer que és uma pessoa bondosa pois não me querias magoar, mas como posso dizer isso se me magoaste? Talvez não tenha sido por querer, mas como podes ver.…é relativo o conceito de bondade.Claro que tudo isto são só palavras e como já te disse, palavras leva-as o vento, as ações é onde está o ouro...não digo que me faltem ações, pois sabes o que já fiz por TI.
Não espero que encontres alguém que te diga as coisas que eu te digo porque tem que se ser um rapaz muito “especial” e não digo que seja no bom sentido, espero sim, que encontres alguém que seja capaz de fazer tudo por ti como eu sou.Fico a pensar no que dizes...” não me quero aproximar muito de ti” e a primeira coisa que me vem à cabeça é uma simples questão...” esta miúda não quer ser feliz?”. Agora que penso bem...quão mau deve saber acordar e sentir o nosso coração a derreter porque termos alguém que nos ama? Quão mau deve saber sentirmos que encontramos “amor correspondido”? Gostava de ter essas respostas, mas não tive essa sorte...

autor anónimo 

terça-feira, 25 de abril de 2017

Músicas da minha adolescência

Depois de ver a Catarina Filipe fazer este video decidi que era um óptimo tema para partilhar convosco. Por isso cá estão:




Alguma desta também fez parte da vossa vida?
Quais são as vossas? Partilhem-nas comigo! 


sábado, 22 de abril de 2017

Praxe académica

Quarta foi dia de fazer o pedido de apadrinhamento. Tenho a certeza que não podia ter escolhido melhor pessoa para me acompanhar nesta etapa e acho que não me vou arrepender! 


Qual é a relação que têm com o vosso padrinho de praxe?