segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Fevereiro

O dia de hoje só nos visita de 4 em 4 anos, e porque não aproveitar para ser ainda mais feliz? Afinal, temos mais um dia para o ser! 
Fevereiro foi bom em muitos aspectos, e mau quando se trata de assuntos do coração.
Fevereiro trouxe-nos muito frio, muitos dias de chuva. 
Mas também me trouxe dias de sol (tão bons)! Fevereiro trouxe-me um novo telemóvel, um novo padrinho (tão oww *-* ). Trouxe-me pequenos-almoços com quem já não via à muito tempo. Almoços para matar saudades das melhores. Trouxe-me muitas festas de aniversário.  Trouxe-me aqueles cafés, as visitas a casa inesperadas! 
Foi neste mês que tive conversas (profundas) com pessoas que não pensei ter. Fortaleci relações, e criei outras. 
Fevereiro trouxe-me orgulho em mim. Orgulho em conseguir fazer tudo o que estou a fazer e da maneira como estou a fazer. Se fico feliz? Claro que fico! Sei que muita gente não fazia metade! E gosto tanto de me deitar na minha almofada com a consciente tranquila e a sensação que dei o meu melhor :) 
 que venha o meu mês! e que venham mais dias de sol! :) 

sábado, 27 de fevereiro de 2016

bom fim-de-semana

é bom que façam sol na vossa vida, porque não sei se já reparam vai chover o fim de semana todo. 

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

nunca quis que o blog se torna-se num sitio deprimente em que os textos relatam historias de amor não correspondidas ou fim de contos de fada. por esse motivo, hoje o blogue está mais parado- não dá para escrever sobre alguma coisa sem ser o que estou a sentir. 
Não quero que este sitio fique cheio de sentimentos de raiva, de ódio, de saudade. Por tudo isto, peço-vos imensa desculpa mas irei estar ausente. Não vou deixar de cá vir, e muito menos de escrever- apenas não irei publicar.
Prometo que será breve, gosto demasiado deste mundo para deixar assim. 

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

20 factos sobre mim


  1. tenho 18 anos, mas toda a gente me dá muito menos. 
  2. nestes últimos meses tenho vivido coisas que nunca pensei viver em tão pouco tempo
  3. já acabei o secundário mas ainda não estou na universidade
  4. adoro a minha cidade, apesar de Guimarães ser o meu refugio
  5. aprendi a tocar piano, mas depois desisti. arrependo-me disso porque adorava saber tocar.
  6. fiz um curso de inglês mas não me serviu de muito. não gosto de falar inglês. 
  7. faço voluntariado na cruz vermelha. 
  8. gostava de saber dançar.
  9. sempre que estou triste apetece-me ir para a chuva.
  10. adoro dormir e comer.
  11. estou raramente com os meus melhores amigos.
  12. sempre que me fazem cocegas ou pegam em mim ao colo começo aos gritos.
  13. raramente conto alguma coisa que me esteja a acontecer, até às pessoas mais próximas.
  14. perdoo muito facilmente, e não guardo rancor de ninguém.
  15. tenho saudades do passado e de tudo o que fui.
  16. tenho muito medo do futuro.
  17. um dos meus sítios preferidos é o por de sol na praia.
  18. fico feliz com pouca coisa.
  19. já fui mais impulsiva, agora tudo o que me acontece penso duas vezes antes de reagir. 
  20. sou super trapalhona, desarrumada e preguiçosa. 

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016


Espero que a vida saiba o que faz.


domingo, 21 de fevereiro de 2016



O que vos faz realmente feliz?

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

dar sangue


A realização pessoal têm a ver com aquilo que tu conquistas e com aquilo que fazes pelos outros! 

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

sê o grande amor da tua vida

tira um dia para ti. estou a falar a sério.
desliga o telemóvel. penteia-te, põe-te linda e saí à rua. Não precisas de companhia , hoje tu és a tua melhor companhia. Vê como está lindo o dia hoje. Há quanto tempo não corres pelo parque e sentes o vento no cabelo? Vai! 
Limpa a cabeça de maus pensamentos e sentimentos negativos!
Cuida de ti! Ganha amor por ti! 
Dança no meio da rua, se quiseres, e diz olá a um desconhecido. Faz alguma coisa que te faz bem. Faz, mas faz-lo por ti! Há quanto tempo não paras para pensar? Vai comprar um gelado e desfruta dos pequenos prazeres da vida! Fotografa, muito! Mas não publiques. Guarda para ti- 
Quebra a rotina uma vez. e faz com que valha a pena.

[Há quanto tempo não cometes uma loucura? ]

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

TAG LIEBSTER AWARD - 2016 EDITION

Regras:
Escrever 11 factos sobre nós mesmos
Nomear 11 blogs que tenham menos de 200 seguidores
Fazer 11 questões a quem se indicou no ponto anterior
Colocar a imagem do selo "Liebster Award"
Indicar o link de quem nos nomeou

A Andreia do blog As confissões da Andreia nomeou-me para este desafio e cá estou e a responder! Obrigada por te lembrares de mim :)

Sobre mim:

  1. tenho muitas saudades do passado;
  2. fico muito agarrada as pessoas;
  3. não percebo como é que as pessoas acabam amizades como se acabam namoros;
  4. adoro abraços ! adooooooro!
  5. adoro momentos à chuva;
  6. gosto muito de conduzir de noite, com  a música alta;
  7. não gosto de levar carro para o trabalho;
  8. não sei o que quero estudar;
  9. não sei muita coisa sobre o meu futuro;
  10. às vezes gostava de ter oportunidade de viajar no tempo só para saber como iria ser. 
  11. tenho muito medo de crescer. 


Perguntas da Andreia:

1. O que significa para ti ser blogger?
Ao inicio significava refugio. Agora significa muito mais do que isso. A blogosfera já me trouxe muitos sorrisos, e muitos bons momentos. No inicio usava o blog apenas para expressar sentimentos, agora tenho necessidade de acompanhar todos os dias este mundo. 
2. O que te levou a escolher o nome do teu blog?
Já mudei de nome duas vezes. O primeiro era "Desabafos" e agora este "Com amor, Cat" . Não é difícil de perceber - em tudo o que escrevo deixo um bocadinho de mim. 
3. Qual é a memória que recordas com mais carinho da tua infância?
Não é bem infância. é mais pré adolescência- um dia de chuva, um abraço, e ficarmos os dois a falar daquilo que éramos.  
4. Quando precisas de relaxar o que fazes?
tomo banho! ou então vou para  a chuva. ou escrevo! 
5. Qual a importância da música na tua vida?
muita. apesar de não andar sempre com fones, ando sempre a cantar -s-e-m-p-r-e!
6. Momento mais estranho por que já passaste.
não sei ahah, nestes dois meses já aconteceu tanta coisa estranha quanto mais em toda a minha vida. 
7. Quando precisas de inspiração e motivação onde a vais buscar?
abro a minha caixa de recordações (sim, eu tenho uma) e penso em tudo aquilo que já passei e em tudo aquilo que quero conquistar. (ando sempre com um papel na carteira que diz uma frase inspiradora que já me disseram) 

8. Se te dessem a oportunidade de viver em qualquer país do mundo, continuarias em Portugal? Porquê?
 Neste momento? Sim! à algum tempo atrás dizia sem pensar que escolheria outro qualquer. neste momento tenho muita coisa que me prende aqui! 
9. Qual o livro que mais te marcou? Porquê?
Dear John, o porquê? não sei bem! talvez pela fase da vida em que o li, não sei. Sei que me veio logo à cabeça assim que li a pergunta.
10. O que gostavas de melhorar na tua vida?
Deixar de ser preguiçosa (: 
11. Qual o destino que mais gostarias de visitar?
Plutão? Não sei bem, gostava de viajar por todo o mundo..


Minhas perguntas:

  1. Se pudesses pedir um desejo, o que pedias
  2. O que farias com dez mil euros caídos do chão
  3. Se pudesses ter a profissão que quisesses o que escolherias? Porquê?
  4. Qual o teu maior medo?
  5. Momento que mais saudades tens?
  6. O que fazes quando estas triste?
  7. Se pudesses mudar o mundo, o que mudavas?
  8. Tens uma "before i die" ? O que escreverias? 
  9. O que mudou desde Dezembro?
  10. Tens um local de refúgio? Qual?
  11. Quem é o teu porto-seguro? Porquê? 
Blogues: 

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

é, são coisas

Acredito que todas as pessoas deviam tirar um "tempo para elas" regularmente. Só para pararem um pouco e pensar naquilo que realmente querem! 

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Universidade | Educação Básica

"Desde criança que o meu sonho é ser educadora de infância, por isso, na altura de me candidatar à faculdade, a escolha do curso foi automática. Entrei na Escola Superior de Educação do Porto (ESE), no curso de Educação Básica.
É bastante abrangente, uma vez que tanto podemos ser educadores, como professores até ao 6º ano, daí que na licenciatura encontremos cadeiras tanto ligadas às humanidades, como às ciências. O nível de exigência é elevado e não é um curso fácil, mas os professores são excelentes e o ambiente também. E a própria instituição tem ótimas referências.
Tive alguma dificuldade com as matemáticas e desmotivei um pouco em alguns momentos, confesso, mas é realmente a área que mais me fascina, por isso não podia desistir. Concluída a licenciatura temos, atualmente, quatro opções para mestrado: Mestrado em Educação Pré-Escola, Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico, Mestrado em Ensino do 1.° Ciclo do Ensino Básico e de Matemática e Ciências Naturais no 2.° Ciclo do Ensino Básico e Mestrado em Ensino do 1.° Ciclo do Ensino Básico e de Português e História e Geografia de Portugal no 2.° Ciclo do Ensino Básico. O primeiro tem a duração de um ano e meio e os restantes de dois.
Entrei em Pré-Escolar, a minha primeira opção, e não podia ter ficado mais feliz. O primeiro semestre é mais teórico e agora no segundo já teremos estágio.
Independentemente do curso, acho que é fundamental estarmos conscientes da escolha que pretendemos fazer, porque seguir uma área que não nos interessa é meio caminho para desmotivarmos. 
Qualquer dúvida mais específica que tenham, não hesitem em contactar. Boa sorte! "




Testemunho da Andreia, do blog As gavetas da minha casa encantada !
Já participas-te? Podes fazê-lo aqui

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Trabalho


Já passou um mês desde que estou na Primark. (não é segredo para ninguém que trabalho lá). Se ao inicio foi muito difícil - por ver toda a gente a falar uns com os outros e eu estar à parte, porque todos estavam lá há imenso tempo, e eu entrei "sozinha" - agora sei que essa foi a parte mais difícil. 
É verdade que as vezes o tempo custa  a passar, que muitas vezes saio de lá super cansada e já não me apetece fazer nada ao fim do dia, mas também é verdade que se virmos as coisas pelo lado positivo é muito mais fácil. 

Há sempre alguém que vai ser mais simpático contigo, e te vai ajudar e vais criar amizade e também há sempre aqueles que não te identificas. Acontece em todo o lado. 
Com um mês de trabalho, posso dizer que o pior é a adaptação! E se entrarmos lá e desligarmos do mundo de cá de fora, as coisas tornam-se muito, MUITO, mais fáceis! 

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Janeiro

Janeiro foi um mês loooooongo, e quando digo longo quero dizer que nunca mais acabava.
Fiz a contagem decrescente para entrar nele mas também fiz a contagem decrescente dos dias que faltavam para ele.
Em Janeiro a minha vida mudou (um bocadinho). Comecei a trabalhar, num sitio que sempre foi o meu objectivo. Percebi que consegui conciliar o trabalho, o estudo, o namoro, a família.

Em Janeiro vi muitos filmes! Comecei a ver uma série e continuei a ver a minha série!
Passeei muito, e tirei muitos momentos para cuidar de mim! E é assim que quero continuar.

De Janeiro só fico com os bons momentos, e as coisas boas que me aconteceram! E se o ano continuar assim, sei que vai ser em grande!