segunda-feira, 14 de março de 2016

Universidade| Não creio que seja obrigatório decidires já

"Não te vou aconselhar nenhum curso. Posso dizer-te que estou na área de História, que sempre me apaixonou. Conhecer o nosso passado (desde o mais longínquo ao mais recente) é, para mim, algo fascinante. Tive a possibilidade de estudar exactamente o que queria e assim o fiz, porque era algo que sonhava há muito. Mas isso não me impediu de chegar ao fim da faculdade e ficar um pouco à deriva, sem saber para onde me virar. Não creio que seja obrigatório decidires, ou decidires já. O gap year foi uma excelente ideia, devias aproveitá-lo para, mais do que recolher experiências dos outros, explorares-te a ti própria. Se tiveres possibilidade viaja (mesmo que seja para a cidade ao lado), passa tempo contigo. Explora, passeia, lê coisas. Vais acabar por te descobrir no meio de todas as experiências que criares. Mas não pares. E não sintas pressão. Não é obrigatório "seres" alguma coisa (engenheira, arquitecta, veterinária, historiadora, etc) para seres feliz. Basta que te sintas bem. "

 

Testemunho da Ana do blog Aonde (não) estou 

3 comentários:

  1. Concordo com a Ana!

    r: Já tive a oportunidade de o ver duas vezes e vale tão a pena *.* espero que o consigas muito em breve!

    ResponderEliminar
  2. R: Obrigada, bem que vou precisar :\

    ResponderEliminar
  3. Oh, ainda bem que gostaste do comentário porque foi sincero :)
    Beijinhos *

    ResponderEliminar