sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Carta para o meu antigo eu

                                                                                                                                   Olá Cat linda

Ainda é assim que costumas escrever nos cadernos das pessoas que adoras, não é?
Ainda bem que estás feliz, e que estás a viver uma época incrível na tua vida – aproveita-a.
 O teu futuro vai ser muito diferente daquilo que imaginas.
Sabes todos os planos que tinhas para ti? Esquece-os. Não vão ser nada assim, mas calma, não é mau de todo.
Se pudesse dar-te um conselho dir-te-ia para aproveitares mais os momentos. Não estejas sempre com medo do que pode correr mal – há tanta coisa por aí que pode correr mal- aproveita enquanto está a correr bem. Vais conhecer muita gente. Uns incríveis, que te vão apoiar, que vão fazer-te sorrir, e que vão deixar saudades e outros que mais valia não conheceres mas vais aprender com eles. E de toda a gente que vais conhecer, tu vais tentar manter toda a gente na tua vida, como sempre fizeste. E queres adivinhar o que vai acontecer? Vais perceber que não é possível, que uns saem para outros entrarem. E não fiques triste com isso, faz-te crescer. Aquilo que te estas a tornar é influenciado pelas pessoas que estas a conhecer, e mesmo que não notes, elas estão a mudar-te para caralho.
Estás na universidade (coisa que nunca achasses que ia acontecer) e apesar de não ser o teu curso de sonho, vais adorar. Mais uma vez as pessoas vão desiludir-te mas tu já vais conseguir superar isso. Porque te tornaste forte, tão forte que nem imaginas.
Os anos que passaste ajudaram-te a crescer enquanto pessoa e foi com eles que ganhaste amor-próprio. Já não és a “Cat linda” mas és a Cat. E tu passas tempo contigo, finalmente!
Estas a ver todos os documentos word's escritos? Vão passar a ser partilhados num mundo em que te vais sentir em casa. Vais conquistar, pouco a pouco, algumas pessoas que te vão ler, e que te estão a ler agora. Orgulhosa?
Aproveita cada minuto que estas a viver agora, e não te preocupes a fazer planos para a vida. Namora, muito e vive esse amor como se fosse para sempre.
Vai aproveitando a vida, e por favor não desistas daquilo que acreditas. Eu sei que não te posso mudar mas se pudesse pedia-te para confiares em ti. És uma miúda do caraças, e por muito que te tirem o chão confia nas pessoas que tens ao teu lado. Apoia-te nelas e não vais cair – eu prometo.
Espero que tenhas orgulho naquilo que te tornas-te, eu tenho orgulho no que és. 


8 comentários:

  1. Gosto bastante deste tipo de publicações!
    A carta está bastante sincera *.*

    ResponderEliminar
  2. Que lindo! Acho que escrevermos para o nosso "eu" antigo é um forma excente de valorizarmos a nossa vida e tudo aquilo que passamos! Acho que até eu vou fazer a minha carta e guardo-a para ler sempre que precisar de uma forcinha... :)
    Adorei o teu blog e estou seguir! Beijinho
    http://omundodajesse.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Que carta linda! Eu também escrevi uma carta para o meu antigo eu e foi muito bom, serviu para refletir sobre diversas coisas. O teu texto ficou um amor :)

    Beijinhos,
    Diário de uma Africana

    ResponderEliminar
  4. Tão giro este post! Adorei ler, beijinhoo *

    http://celestepacheeco.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Adorei a tua carta ao teu antigo eu! Também já fiz uma!

    Beijinhos
    That Girl

    ResponderEliminar
  6. Que bonito Cat, a sério. Que inspirador. Continua a brilhar como fazes. Estou a torcer pela Cat de hoje, do passado e do futuro :)

    ResponderEliminar