terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Qualidade às terças | Bobby Pins

Genuína, alegre e simples. Acho que poderíamos caracterizar a Inês e este texto assim. Espero que gostem! 
" "És a pessoa mais feliz que conheço", disse-me um amigo. O comentário foi profundamente genuíno, mas a minha reacção foi franzir a testa e sussurrar um "disparate". Das duas uma: ou ele conhece poucas pessoas ou estava a ser lunático. Já me viu ansiosa, stressada, furiosa, perdida... Já me viu no meu ponto mais vulnerável e sensível onde, numa mesa de café, enquanto desabafava, não me consegui conter e salguei o chá com lágrimas. Saíram-me, tal era o desespero. Mas ainda assim, ele disse que eu era a pessoa mais feliz que ele conhecia. Lunático. " - podem ler o texto na integra aqui! 

1 comentário: