terça-feira, 23 de outubro de 2018

1+3 | Em casa

Sinto-me em casa quando estou com eles. São as pessoas que mais me conseguem fazer sentir em casa – e é tão bom ter esta sensação! Sinto-me em casa mesmo que seja no café de todas as semanas. 
Sinto-me em casa quando estou em minha casa com a minha família. E também me sinto em casa quando estou sozinha deitada no sofá com a pantufa ao meu lado. 
Sinto-me em casa quando recebo aquele abraço apertado da Dri como se nunca nos tivéssemos separado ou quando ela manda uma mensagem só a dizer "estou aqui". 
Sinto-me em casa quando me lembro de Taizé, e quando penso o quão feliz fui lá. 
Sinto-me em casa quando estou num concerto dos ÁTOA, com muita ou pouca gente. Quando me abraçam ao fim do concerto e sinto que (um bocadinho de mim) pertence ali.
Sinto-me em casa nas Taipas, enquanto passeio por todas as ruas. Sinto-me em casa na Apúlia quando estou em frente ao mar. 

Cada vez mais, sinto-me em casa mesmo não estando dentro de minha casa - e isso é tão bom! Cada vez mais, sinto-me em casa com aqueles abraços reconfortantes, com as minhas pessoas e com os sítios bonitos que me fazem tão bem. Se passamos tanto tempo da nossa vida fora de casa, é bom conseguirmos sentir o conforto de casa fora dela. (Também gostava de me sentir em casa quando estou na universidade...!)

[Texto inserido no desafio 1+3]

3 comentários: